Locais Interessantes em Recife - parte 2

Igreja de São Pedro
A Catedral de São Pedro dos Clérigos é composta em sua volta por um casario colonial dos séculos XVIII e XIX. Construída entre 1728 e 1759 guarda características interessantes da época.




Igreja São José do Ribamar       
Pela rua ao lado do Convento da Penha, chega-se ao Pátio de São José do Ribamar, dominado por sua singular igreja construída pelos artífices do Recife, marceneiros, pedreiros, carpinteiros e tanoeiros, entre 1752 e 1778, em terreno sujeito à invasão das águas das marés altas de agosto. A construção da igrejinha em pedra e cal só foi permitida pelo bispo de Olinda, em 6 de junho de 1752, na condição de ser o seu piso interior levantado pelo menos cinco degraus acima do leito da rua.
Endereço: Bairro de São José dereço: Rua de São Pedro, s/nº.


Museu do Homem do Nordeste            
A história dos índios, da época colonial no Nordeste e do Brasil holandês é resgatada neste museu que é referência cultural em Pernambuco. Aqui, você encontra representativos ícones da economia informal, do artesanato, das manifestações populares e da religiosidade intensa do nordestino. Integrado ao Instituto de Documentação da Fundação Joaquim Nabuco, o Museu do Homem do Nordeste ainda possui elementos do Carnaval e do candomblé.
Endereço: Avenida 17 de Agosto, 2187 - Casa Forte
Visitação: 3ª, 4ª e 6ª, das 11h às 17h; 5ª, das 8h às 17h; sáb. e dom., das 13h às 17h.
  
Parque 13 de Maio
Projetado pelo Engenheiro Domingos Ferreira, o Parque 13 de Maio é o maior parque planejado do Estado de Pernambuco. É no seu interior que fica o prédio da Câmara Municipal do Recife. Construído em 1939, foi palco de grandes manifestações após a queda do Estado Novo. As atrações são diversas: acácias, flamboyants, pau-d’arcos, árvores frutíferas, brinquedos, minizoológico que faz a festa das crianças, espaço para namoros, fontes luminosas, bancos de pedra, bustos em bronze, esculturas de Abelardo da Hora, um pernambucano que retratou figuras típicas do parque, como o vendedor da caldo de cana e os cantadores de viola.
Endereço: Entre as ruas Princesa Isabel, João Lira, Hospício e a Saudade.

Ponte da Boa Vista
Ligando o bairro de Santo Antônio ao da Boa Vista, através da rua Nova e Imperatriz, a ponte da Boa Vista é de ferro batido e ladeada por trilhos que se encaixam em losangos azuis. Reestruturada em 1967, trata-se de um lugar especial aos habitantes do Recife, que a atravessam todos os dias.
Endereço: entre as ruas Nova, em Santo Antônio, e Imperatriz, na Boa Vista.
Praça da República
Bem no meio do Palácio da Justiça e do Palácio da Campo das Princesas, esta praça é cercada também pelos rios Capibaribe e Beberibe. Possui três jardins com palmeiras imperiais e oito esculturas de divindades clássicas: Juno, Diana, Ceres, Flora, Minerva, Niobe, Vesta e Têmis. Há ainda a fonte luminosa, no centro, e as figuras femininas das três graças (filhas de Vênus): Eufrosina/alegria, Tália/verdejante e Aglaé/esplendor. Tem também o Teatro Santa Isabel, inaugurado em 1850.
Endereço: Bairro de Santo Antônio, s/n.

Quartel do Derby           
O largo palacete de dois pavimentos abriga este quartel, construído em 1924, em estilo eclético. Tendo funcionado como mercado público, hoje pertence à Polícia Militar, sendo também palco da tradicional Missa do Galo no Natal.
Endereço: Entre a Avenida Agamenom Magalhães e a Rua Amaro Bezerra, no Derby.
Visitação: 3ª a 6ª, das 7h às 13h. 2ª, das 13h às 17h.

Rua do Bom Jesus
Nela, entre 1636 e 1654, funcionou a primeira sinagoga das Américas, a Zur Israel (Pedra de Israel), que se localizava nos prédios de números 197 e 203, onde pregava o erudito rabino Izaque Aboab da Fonseca, autor do primeiro texto literário em hebraico do Novo Mundo e fundador da monumental Sinagoga Portuguesa de Amsterdam. O conjunto, que ainda conserva as mesmas confrontações e traçados de 1635, quando da construção das primeiras residências e lojas dos judeus de Maurícia naquele local, foi objeto de recente restauração a cargo da Fundação Roberto Marinho, em parceria com a Prefeitura da Cidade do Recife e Tintas Ypiranga, dentro do projeto "Cores da Cidade". Hoje, com o seu casario pintado com cores vibrantes, ressaltando os detalhes das fachadas em estilo eclético, a Rua do Bom Jesus, juntamente com as demais que ficam em seu entorno, tornou-se um dos pontos de encontro da cidade.
Endereço: Recife Antigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário