Locais Interessantes em Recife - parte 1

Câmara Municipal         
O surgimento da Câmara Municipal do Recife está diretamente vinculado ao nascimento da própria vila do Recife. O motivo dessa coincidência reside no fato de que as câmaras municipais constituíam-se numa velha instituição administrativa da Coroa Portuguesa e, quando os lusitanos colonizaram o Brasil, trouxeram para cá todas as suas instituições. Assim sendo, no momento da criação de uma nova vila, a lei obrigava a que se tomassem as seguintes providências: inaugurar o Pelourinho e convocar os cidadãos locais (chamados na época "homens bons") para eleger os primeiros vereadores. O nome Pelourinho tem sua origem na bola que encimava a coluna de alvenaria (em latim, denominada de "pirorium") e que era construída sobre um pedestal, com escadaria feita de pedras. Erguido na praça principal da vila, o Pelourinho era uma espécie de marco ou emblema da administração, servindo também como local de castigo aos criminosos e escravos fugitivos. Bairro: Centro

Igreja Madre de Deus  
Continuando o nosso passeio, é hora de se conhecer a igreja da Madre de Deus, na rua do mesmo nome, cuja construção obedece ao traçado do mestre-pedreiro Antônio Fernandes de Matos, que, em 1679, contratou suas obras com os padres da Congregação do Oratório de São Felipe de Neri. A construção do templo, no entanto, só veio a ser concluída em 1720, apresentando em sua bela fachada esculturas em pedras dos arrecifes e uma estátua de São Felipe de Néri, em tamanho natural. Uma visita ao seu interior é imperdível, particularmente por nele abrigar, além de uma monumental obra em talha, algumas imagens que pertenceram à primitiva igreja do Corpo Santo, demolida em 1913, quando das obras de modernização do porto. Endereço: Rua Madre de Deus, - Bairro do Recife. Visitação: 3ª a 6ª, das 8h às 12h e das 14h às 17h; sáb. e dom., das 9h às 12h.

Capela Nossa Senhora da Jaqueira        
Pequena capela em meio a um parque, com altar-mor dourado e bonitos azulejos portugueses. Endereço: Entre a Av. Rui Barbosa e a Rua do Futuro no Parque da Jaqueira.

Museu do Estado de Pernambuco         
Um casarão do início do século XIX mantém instalado desde 1929 o Museu do Estado de Pernambuco. É aqui que grande parte da história da integração racial e artística da nossa gente está presente. Cercado por jardins, o museu expõe permanentemente um acervo de quase 12 mil peças. Destaque para os quadros a óleo que relatam a Insurreição Pernambucana, além de objetos e móveis coloniais, pré-históricos e indígenas. A visitação pode ser feita de terça a sexta, das 9 às 18h. Endereço: Avenida Rui Barbosa, 960 – Graças. Visitação: 3ª a 6ª, das 9h às 17h30; sáb. e dom., das 14h às 17:30h.

Palácio Campo das Princesas   
Em 1859, visitam Pernambuco o imperador Dom Pedro II e sua mulher, a imperatriz Teresa Cristina. Foi por causa desta ocasião e em homenagem às filhas do imperador que o Palácio Campo das Princesas recebeu este nome, edificação esta construída em 1841, pelo conde da Boa Vista. Destaque para o estilo neoclássico, para o prédio com 3 pavimentos e para o interior com cadeiras, sofás e poltronas à Luís XVI.
Endereço: Praça da República, s/n - Santo Antônio.

Parque Dois Irmãos      
A Natureza tem seu lugar de destaque no Parque Dois Irmãos. São 387 hectares de Mata Atlântica e 14 hectares de Horto Zoobotânico. E ainda conta com 600 animais silvestres, Museu de Ciências Naturais e trilhas ecológicas. Endereço: Praça Faria Neves, Dois Irmãos, s/n. Visitação: 3ª a dom., das 8h às 17:30h.

Ponte Velha     
Na saída da Casa da Cultura, já no Cais da Detenção, podemos apreciar a ponte Velha, toda em ferro fundido, através da qual se atinge a Rua Velha, uma das mais antigas do bairro da Boa Vista. Bairro: Centro.


Rua Aurora        
Às margens do rio Capibaribe, destaca-se mais um cartão postal da cidade: o conjunto arquitetônico da Rua da Aurora, reunindo casarões do século XIX. Há muitos outros monumentos históricos espalhados pela cidade, o que faz qualquer turista ficar maravilhado com seus passeios por ruas antigas, estreitas e cheias de história e romantismoEndereço: Margem esquerda do Rio Capibaribe, no bairro de Boa Vista.

Torre Malakoff
Mais um ponto visitadíssimo é a Torre Malakoft, construída entre 1835 e 1855, um monumento em estilo tunisiano que já foi observatório e hoje é Espaço Cultural e Centro de Manifestações Populares na praça Arsenal da Marinha. Inclusive é tombada pelo Patrimônio Histórico. Seu nome se deve à fortificação que em 1855 era centro de defesa da Sebastopol, na península da Criméia. Ambos os monumentos eram semelhantes. Endereço: Praça do Arsenal da Marinha - Recife Antigo. Visitação: 3ª a 6ª, das 10h às 20h; sáb. e dom. das 14h às 19h.

Estação Ponte D'Uchoa               
Olha como é fácil curtir um passeio pela Estação Ponte D’Uchoa: tomando-se um barco a remo, no porto da passagem da Ponte D’Uchoa, na Avenida Rui Barbosa, pode-se ir até a outra margem, em terras do antigo engenho da Torre, ou, dependendo de um acerto com o barqueiro, subir o rio em direção ao Poço da Panela e outros portos existentes ao longo do seu leito. Endereço: Avenida Rui Barbosa, s/n, Graças.








Nenhum comentário:

Postar um comentário